Alemanha – Heidelberg


Olá corações, tudo bem com vocês? E aí amaram a matéria sobre a cidade de Dubai? Ainda não leram? então clique aqui e aprecie, pois está fantástica e com fotos maravilhosas para se apreciar!

Com uma ótima ideia da minha irmã Vanessa, que além de corrigir meus textos, ainda da várias dicas super bacanas, decidi escrever sobre as cidades da Alemanha que conheço, dando dicas de hoteis para passar a noite e lugares que merecem uma visita. Eu escrevi um post sobre Alemanha aqui no blog, mas as cidades não estão completas, pois a matéria ficaria muito longa, e dessa vez vou escrever detalhadamente. Então vem comigo que o post está show!

Hoje resolvi escrever sobre minha cidade preferia, Heidelberg. È uma cidade em Baden-Wuerttemberg, no sudoeste da Alemanha, perto da foz do Neckar no Rio Reno. A ex-residência da cidade Palatine é conhecida por sua pitoresca cidade velha com as ruínas do castelo e pela sua universidade de prestígio, a mais antiga universidade na área da Alemanha de hoje. Ela atrai cientistas e visitantes de todo o mundo.

IMG_0613

Heidelberg. A cidade encantadira!

Bom vou começar com o meu lugar preferido da cidade, o Castelo de Heidelberg. O Castelo de Heidelberg é uma das mais famosas ruínas na Alemanha e marco da cidade. O edifício foi originalmente concebido como um castelo fortificado em um local estratégico acima de um estreitamento do Vale do Neckar e mais tarde foi expandido para uma esplêndida residência do eleitor palatino. Desde a destruição em 1689 e 1693 durante a Guerra dos Nove Anos, o castelo foi apenas parcialmente restaurado.

IMG_1764

Castelo de Heidelberg;

IMG_1883

Castelo de Heidelberg; Foto tirada da Ponte Velha;

IMG_1890

Castelo de Heidelberg;

IMG_1903

Castelo de Heidelberg; E o Palacio Ottheinrichsbau;

As ruínas sobe 80 metros acima do fundo do vale na encosta norte do Königstuhl e domina a partir daí a imagem da cidade velha. O Ottheinrichsbau, um dos palácios do castelo, é uma das estruturas mais importantes do Renascimento norte dos Alpes. Em seu jardim encontra-se uma linda estatua, O Hortus Palatinus foi uma obra de arte única. Em diferentes níveis de terraços encantadas cavernas, camas ornamentadas, armários jardim íntimo e “máquinas mágicas” da sociedade tribunal. Contemporâneos elogiou o Jardim representante até mesmo como a “oitava maravilha do mundo”. Mesmo no oeste Schlossareal deu antigas maneiras de defesas . Aqui era a peça do jardim de um murada, jardim de recreio privada para Electress Elizabeth. Um passeio pelo castelo e seu jardim é super recomendado.

IMG_1787

Ottheinrichsbau, um dos palácios do castelo;

IMG_1763

Ottheinrichsbau, um dos palácios do castelo;

IMG_0611

Ottheinrichsbau, um dos palácios do castelo;

IMG_0602

Pelo Jardim do Castelo de Heidelberg;

IMG_0598

O Hortus Palatinus foi uma obra de arte única;

IMG_0597

O Hortus Palatinus foi uma obra de arte única;

No castelo encontra-se o maior barril de vinho do mundo, quando se experimenta o vinho, você ganha um copinho com o simbolo do Castelo. O Barril contém uma capacidade de 221,726 litros, mas hoje em dia contém apenas 219.000 litros, por causa da evaporação atraves da madeira! Depois do castelo, vale a pena ir até o topo da montanha, tomando um trêm próximo ao castelo (Königstuhlbahn), além de você ter uma vista ampla da cidade inteira de Heidelberg, você pode sentar no banco do bar e tomar uma cervejinha para contemplar a belíssima vista que la oferece, informações sobre o preço dos bilhetes clique aqui.

IMG_1779

O maior barril de vinho do mundo; No Castelo de Heidelberg;

IMG_1784

O maior barril de vinho do mundo; No Castelo de Heidelberg;

IMG_1813

(Königstuhlbahn), vista da cidade inteira; Modelo minha irma Vanessa!

IMG_1801

(Königstuhlbahn);

IMG_1795

(Königstuhlbahn);

Sobre a Ponte Velha que o nome oficial é Karl-Theodor-Brücke. É uma das pontes mais antigas da Alemanha, e foi em 1248 documentada pela primeira vez. Houve muitos edifícios anteriores feitas de madeira, mas eles foram repetidamente destruídos por condições de gelo. Na sua forma atual foi construído em 1788, mas dois pilares foram no fim da Primeira Guerra Mundial explodido pelo exército para parar as tropas aliadas avançavam. Já em 1947, a ponte foi totalmente reconstruído. Da ponte se têm uma miragem incrivel do Castelo de Heidelberg. O Brückentor é o portão medieval com duas torres gêmeas chegando a 28 metros de altura que fica na entrada da Antiga Ponte.

Ponte Velha que o nome oficial é Karl-Theodor-Brücke;

Ponte Velha que o nome oficial é Karl-Theodor-Brücke;

IMG_1881

Brückentor é o portão medieval;

Pelo centro, a Igreja do Espírito Santo é a mais famosa igreja em Heidelberg. É no centro da cidade, não muito longe do Castelo de Heidelberg. Sua fachada foi impressionada junto com o castelo, a silhueta da cidade Neckar. Ela já serviu como um repositório da famosa Biblioteca Palatina, mas durante a Guerra dos Trinta Anos, a coleção de manuscritos e a impressão inicial de eleitor Maximilian I. foi roubado e entregue ao Papa como um presente.

Igreja do Espírito Santo é a mais famosa igreja em Heidelberg;

Igreja do Espírito Santo é a mais famosa igreja em Heidelberg;

Igreja do Espírito Santo é a mais famosa igreja em Heidelberg;

IMG_0627

Igreja do Espírito Santo é a mais famosa igreja em Heidelberg, vista do Castelo;

Para quem ama saber sobre a história da cidade e suas origens, aconselho uma visita ao museu. A história da cidade de Heidelberg e do Palatinado é dedicado ao Museu Palatinado. A formação deve ao empenho do emigre francês Charles de Graimberg que começou a partir de 1810, a se interessar nos analais da casa príncipe Palatine do museu. Sua coleção de moedas, armas, pinturas e outras peças históricas construíram a base para a existência do museu. Mesmo a famosa Doze Apóstolos Altar por Tilman Riemenschneider já foi adquirida pela Graimberg. Em 1879, a cidade comprou a coleção particular, e em 1908 o museu abriu as suas portas no Palais Morass. O acervo do museu foi bastante expandido desde a sua criação, para que se possa estar lá hoje sobre a história do Palatinado ao período pré-histórico.

Heidelberg_Kurpfälzisches Museum der Stadt

 Em questão de preços, eu não sei o preço exato das entradas, mas variam entre 2 a 5 euros uma entrada por exemplo do museu! Alguns locais são de entrada free. E crianças abaixo de 9 anos geralmente não pagam!

 

                 Hoteis para se hospedar?

 Restaurantes para almoços e jantas?

E assim espero que vocês gostem dessa matéria e apreciem, e ja sabem, se viajar para Alemanha devem incluir essa cidade encantadora na sua rota.

Desejo uma ótima leitura;

Beijo Blue!!

Do you like this post?
  • Fascinated
  • Happy
  • Sad
  • Angry
  • Bored
  • Afraid

Ola amores, sejam sempre muito bem vindos e obrigada pelo carinho!!